Compartilhe:

Tem ritmo mais brasileiro que o Samba?

A série Solta o Samba foi criada  para homenagear esse ritmo que conta a nossa história, embala o nosso mês de fevereiro e transforma qualquer dia em dia de festa.

A série conta com ilustrações de grandes figuras da música brasileira como Carmen Miranda, Cartola, Aurora Miranda e Aracy de Almeida. Além de imagens dos instrumentos juntinhos a elementos da flora brasileira. 

Conheça mais sobre os músicos:

Carmen Miranda, foi uma cantora e atriz brasileira, de nacionalidade portuguesa, mas se mudou para o Brasil com menos de 1 ano de idade. Sua carreira artística começou no Brasil performando marchinhas de carnaval e sambas brasileiros. Morou nos Estados Unidos onde fez carreira não somente na música como em filmes.

Foi considerada pela revista Rolling Stone como a 15ª maior voz da música brasileira, sendo um ícone e símbolo internacional do Brasil no exterior.

Apelidada de “Brazilian Bombshell”, Miranda é conhecida por seus exóticos figurinos e chapéu com frutas que ela costumava usar em seus filmes. Ainda jovem, ela aprendeu a fazer chapéus em uma boutique antes de gravar seu primeiro álbum com o compositor Josué de Barros em 1929. A gravação de Ta-hí (Pra Você Gostar De Mim), escrita por Joubert de Carvalho, a levou ao estrelato no Brasil como a principal intérprete do samba na década de 1930. Na época ela se tornou a primeira artista a assinar um contrato de trabalho com uma emissora de rádio no país.

Aurora Miranda. Assim como a sua irmã, cantava e interpretava marchas de carnaval e sambas. Ela interpretou um filme da Disney junto com Zé carioca e Pato Donald 😍 e a música que a fez ficar conhecida foi a versão de “cai, cai, balão”. 

Aracy de Almeida!

Ela que era conhecida como “o samba em pessoa” não poderia ficar de fora dessa série. Muito amiga e principal intérprete de Noel Rosa, conquistava todos com seu jeito nada convencional de conversar francamente com as pessoas. Últimos anos de vida participou como jurada no programa de televisão do Silvio Santos. 

Cartola!

Angenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola foi um cantor, compositor, poeta e violonista brasileiro. Tem como maiores sucessos, as músicas As Rosas não Falam e O Mundo É um Moinho.

Durante sua infância por causa de dificuldades financeiras sua família mudou-se para o morro da Mangueira. Onde anos mais tarde iria, junto com amigos, fundar a @mangueira_oficial

Com 15 anos, após a morte de sua mãe. Arranjou emprego em uma obra e passou a usar um chapéu-coco para se proteger do cimento que caía de cima. Com isso ganhou o apelido “Cartola”.

De todas suas músicas, “O sol nascerá” sempre faz meu coração bater mais forte. 

Carmen Miranda, was a Brazilian singer and actress, of Portuguese nationality, but moved to Brazil when she was less than 1 year old. Her artistic career began in Brazil by performing carnival songs and Brazilian sambas. She lived in the United States where she made a career not only in music but in films and even won a version of herself as a Disney character.

Nicknamed “Brazilian Bombshell”, Miranda is known for her exotic costumes and hat with fruits that she used to wear in her films.

Aurora Miranda, like her sister , she sang and performed carnival marches and sambas. She played a Disney movie along with #zecarioca and #donaldduck

She who was known as “samba in person”, so she could not be out of this series. Right? Very friendly and the main interpreter of the samba player and writer Noel Rosa, she was know also for her unconventional way of talking frankly with people.

Angenor de Oliveira, better known as Cartola was a Brazilian singer, songwriter, poet and guitarist. His biggest hits are the songs As Rosas Não Falam and O Mundo É um Moinho.

During his childhood, his family moved to Morro da Mangueira, in Rio de Janeiro. Where years later, together with friends, he would found @mangueira_oficial

At the age of 15, He got a job at a construction site and started wearing a hat to protect himself from the cement that fell from above. This earned him the nickname “Cartola”.